...
||MOBILE|RSS
RSS
+-TEXTO
AVALIAR
Dinheiro Vivo

Por Dinheiro Vivo

1

"Vamos todos assinar esta petição exigindo a reposição imediata dos..."

COMENTAR
PUB
O interesse da Alemanha em preservar a moeda única irá prevalecer, defende o presidente da agência de 'rating'

Fitch: Saída da Grécia do euro "não significaria" o seu fim

08/05/2012 | 15:24 | Dinheiro Vivo

A saída da Grécia do euro "não significaria o fim" da moeda única, porque a Alemanha tem "fundamentalmente interesse" a preservar o euro, defendeu o presidente da agência de notação financeira Fitch, numa entrevista ao Spiegel Online, citada pela AFP.

"Se o marco alemão fosse reintroduzido, iria ser reapreciado consideravelmente em comparação com outras divisas. A indústria de exportação, o motor da economia alemã, seria tocada. A Alemanha não vai tolerar isso, mesmo se um ou mais países quisessem sair do euro", explicou Paul Taylor.

As palavras do presidente da agência de 'rating' vêm numa altura em que o cenário de um incumprimento desordenado da Grécia pode estar iminente, caso o impasse político se mantenha. Ontem, o líder do partido conservador Nova Democracia, Antonis Samaras, desistiu de tentar formar um governo de coligação por falta de apoio.

Fim do euro teria consequências negativas para o sector exportador alemão, algo que Berlim não iria tolerar, considera Paul Taylor

Comentar

Se está registado, faça Login

Perdeu a password?Se não tem conta,REGISTE-SE AQUI

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Conheça as Regras de Comunidade e Termos de Uso.

A Carregar...
Opinião&Blogs
Sílvia de OliveiraO melhor é o que aí vem
Por Sílvia de Oliveira
01:00
A saída mais fácil  Por Ricardo Reis
01:00
Calvário  Por João Adelino Faria
21:00
A prioridade  Por António Perez Metelo
Slideshows