...
||MOBILE|RSS
RSS
+-TEXTO
AVALIAR
Luís Reis Ribeiro

Por Luís Reis Ribeiro

PUB
Estado gastou quase 34% do previsto em apenas três meses. Negócios com empresas para construir e explorar estradas representam a maior fatia

PPP vão custar quase mil milhões ao Estado só este ano

Teodora Cardoso, presidente do CFP
Teodora Cardoso, presidente do CFP
D.R.
24/05/2012 | 00:00 | Dinheiro Vivo

O Estado português terá de pagar quase mil milhões de euros (líquidos) por conta das parcerias público-privadas (PPP) este ano.

De acordo com o relatório da Direção-Geral do Tesouro relativo ao primeiro trimestre de 2012, os contribuintes terão de gastar 1303 mil milhões de euros em "encargos correntes" com as PPP, valor ao qual abaterá uma receita prevista de 356 milhões de euros mais 16 milhões em acertos.
Teodora Cardoso diz que a dívida pública é maior do que se calcula. Leia mais aqui

O custo líquido para os contribuintes será de 963 milhões de euros em 2012, donde 590 milhões vão para as parcerias na construção e exploração de estradas e 320 milhões para as da Saúde. As PPP ferroviárias e na área da Segurança (SIRESP) são residuais face aos valores globais em causa.

No primeiro trimestre deste ano, diz o mesmo documento, "os encargos líquidos totais com as parcerias, no final do primeiro trimestre, representam 33,6% dos valores previstos para o ano de 2012".

"Os valores cumulativos ficaram acima dos valores normais, face a anos anteriores, no sector rodoviário e na saúde", acrescenta.

Nestes três meses em análise o Estado pagou 324 milhões de euros no total e em termos líquidos. Destes, 248 milhões de euros foram por causa das PPP das estradas e 75 milhões por causa dos contratos com empresas no ramo da Saúde.

Custo líquido para os contribuintes será de 963 milhões de euros em 2012, donde 590 milhões vão para negócios na área das estradas

Comentar

Se está registado, faça Login

Perdeu a password?Se não tem conta,REGISTE-SE AQUI

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Conheça as Regras de Comunidade e Termos de Uso.

A Carregar...
Opinião&Blogs
Abril de Leonardo
Por Sérgio Figueiredo
01:00
O melhor é o que aí vem  Por Sílvia de Oliveira
01:00
A saída mais fácil  Por Ricardo Reis
01:00
Calvário  Por João Adelino Faria
Slideshows