...
||MOBILE|RSS
RSS
+-TEXTO
AVALIAR
Dinheiro Vivo | Lusa

Por Dinheiro Vivo | Lusa

PUB
O vice-presidente da TAP, Luiz Mór, acredita que a privatização não colocará em causa o 'hub' em Lisboa

Privatização: TAP acredita que será possível manter centro de operações em Lisboa

20/09/2011 | 15:08 | Dinheiro Vivo

O vice-presidente da TAP acredita que a companhia aérea manterá o 'hub' em Lisboa, após a privatização e afirma ser um "anacronismo" subsidiar transportadoras 'low cost' para operarem em aeroportos centrais.

Numa entrevista publicada no jornal da TAP, Luiz Mór recorda que o ministro da Economia "já afirmou que a privatização [da TAP] será feita mantendo o 'hub' [centro de operações] em Lisboa" e afirma ter "perfeita convição" de que isso será possível.

A manutenção do 'hub' da TAP em Lisboa, argumenta, pode constituir uma oportunidade de crescimento e de fortalecimento da empresa, "servindo Portugal e o mundo lusófono". "Não consigo imaginar uma lusofonia com capital em Madrid", salienta o vice-presidente da TAP.

Questionado sobre a possível criação de uma base para as companhias 'low cost', Luiz Mór afirma ser uma "posição que distorce a concorrência". "Consideramos que deve ser reequacionada a eventual cedência do Terminal 2 [do Aeroporto de Lisboa] em exclusivo às low cost, aplicando taxas inferiores às do Terminal 1", disse.

O vice-presidente da TAP afirma que a companhia está no Terminal 2 desde a sua abertura e sempre pagou o mesmo que no Terminal 1, o que considera ser "injustificado, também porque a capacidade do aeroporto de Lisboa deverá estar esgotada, pelos números da ANA [gestora dos aeroportos portugueses], em 2013".

Luiz Mór diz ainda que a transportadora tem tido "crescentes dificuldades em conseguir os 'slots' [lugares de estacionamento para aviões] mais adequados" à sua operação no verão, referindo que "a abertura de uma base de low cost no Terminal 2 iria inviabilizar o crescimento da TAP". O vice-presidente da TAP vai mais longe e diz que "a ideia de subsidiar as 'low cost' para operarem em aeroportos centrais é um anacronismo".

Para o vice-presidente da TAP "a ideia de subsidiar as 'low cost' para operarem em aeroportos centrais é um anacronismo"

Comentar

Se está registado, faça Login

Perdeu a password?Se não tem conta,REGISTE-SE AQUI

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Conheça as Regras de Comunidade e Termos de Uso.

A Carregar...
Opinião&Blogs
Sílvia de OliveiraO melhor é o que aí vem
Por Sílvia de Oliveira
01:00
A saída mais fácil  Por Ricardo Reis
01:00
Calvário  Por João Adelino Faria
21:00
A prioridade  Por António Perez Metelo
Slideshows