...
31/07/2014 | 02:18 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Ana Rita Guerra

PUB
Pré-reservas já estão disponíveis. Marca quer duplicar vendas do S3 com este novo modelo

Samsung Galaxy S4 chega a Portugal amanhã

26/04/2013 | 10:33 |  Dinheiro Vivo

O novo topo de gama da Samsung vai estar à venda em Portugal a partir de 27 de abril, sendo que as pré-reservas já podem ser feitas. O Galaxy S4 custará 799 euros no mercado livre e 649 euros nos operadores, mediante contrato de fidelização.

"A expectativa é dobrar as vendas do S3 em Portugal", revelou Nuno Parreira, diretor da área móvel da Samsung, durante a apresentação do novo smartphone. O S3, lançado em maio do ano passado, é o topo de gama mais vendido pela fabricante no mercado português, embora Nuno Parreira não tenha revelado números.

Ao Dinheiro Vivo, o responsável explicou que o alvo do S4 "são as famílias." A Samsung quer atrair os consumidores que já têm outros produtos da marca em sua casa, em especial televisões, para que tirem o máximo partido das capacidades do smartphone. "Queremos conquistar esse segmento premium que não atingimos bem com o S3", acrescentou.

Para isso, arranca a partir desta semana uma forte campanha de marketing na televisão, imprensa e 'outdoors'. Apesar do preço elevado, Nuno Parreira explica que metade dos consumidores opta pelo smartphone no mercado livre, pagando a totalidade do custo.

O S3, que baixou ontem para 579 euros, continuará a ser vendido. A Samsung mantém a aposta neste modelo - cujo ciclo de vida está longe de terminado, segundo afirmou Nuno Parreira, porque "a marca Galaxy S tem agora maior maturidade em Portugal". O preço poderá voltar a sofrer nova redução no verão, disse o responsável.

A Samsung pretende duplicar as vendas do S4 em relação ao seu antecessor, que é já o topo de gama mais vendido da empresa em Portugal

Opinião&Blogs
A vida social de Vítor Bento
Por  Sílvia de Oliveira
00:00
A América é que ganhou a Copa   Por  João Almeida Moreira
00:00
Esta apanhou-me na curva   Por  Ana Rita Guerra
00:00
O risco da improbabilidade   Por  Sílvia de Oliveira
Slideshows
Faixa de Gaza: mortos...