...
24/07/2014 | 15:43 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Dinheiro Vivo

PUB
Jovens estão a terminar os cursos e a seguir directamente para o estrangeiro devido ao agravamento das condições sociais e económicas

Emigração levou Portugal a perder 65 mil jovens no último ano

PCP diz que embaixada não apoia
D.R.
22/10/2012 | 08:03 |  Dinheiro Vivo

Os jovens portugueses estão cada vez mais a abandonar o país à procura de melhores condições de vida e no espaço de apenas um ano 65 mil jovens saíram do país, entre Junho do ano passado e Junho deste ano.

Nos primeiros seis meses deste ano, registou-se uma queda muito abrupta, com 44 mil jovens a saírem do país, segundo dados do INE (Instituto Nacional de Estatística), citados pela TSF. A perda de população activa no país é assim muito forte, sobretudo nas idades entre os 25 e os 34 anos, sendo esta faixa etária quem está a emigrar na sua maioria.

Jorge Malheiros, do Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, disse à TSF que a queda foi mais acentuada entre os homens, sendo o sexo masculino o mais afectado pela crise e pelo desemprego.

Segundo os dados do INE, a população activa com ensino superior está a crescer menos do que a população total com essa mesma formação. Segundo Jorge Malheiros, essa diferença pode-se dever ao facto de existirem jovens que terminam o seu curso e nem entram no mercado de trabalho e nem seque chegam a procurar emprego no país, sendo que nunca chegam a ser contabilizados como parte da população activa nacional.

Os jovens estão cada vez mais a abandonar o país à procura de melhores condições de vida e no espaço de um ano 65 mil saíram do país

Opinião&Blogs
Esqueçam os ridículos descontos no IRS
Por  Sílvia de Oliveira
12:50
iTime. Está na hora de acordar, Apple   Por  Ana Rita Guerra
00:12
As lições económicas da copa   Por  João Almeida Moreira
03:35
Slideshows
Judeus e Árabes "recusam-se...