20/12/2014 | 15:04 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Ana Paula Lima

PUB
Governo diz que decisão é definitiva. Empresas e residentes começam a pagar no dia 1

692 mil perdem isenção nas Scut dia 30 de setembro

Marca do automóvel é um fator importante
José Mota
20/09/2012 | 23:00 |  Dinheiro Vivo

As isenções e descontos nas sete antigas vias sem custos para o utilizador, Scut, estiveram para acabar a 1 de julho, mas o Governo prolongou por mais três meses a medida. Agora, o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, veio garantir que as isenções e os descontos nos moldes atualmente em vigor vão mesmo acabar no final do mês de setembro e justificou a decisão com normas comunitárias.

À RTP, o governante explicou que "a diretiva comunitária que fixa as regras para que os preços da circulação nas estradas seja estabelecida a nível comunitário não permite que haja discriminação positiva, pelo facto de eu viver mais perto ou mais longe de uma estrada". Sérgio Monteiro não disse, no entanto, se o Governo está a negociar alguma medida alternativa com a Comissão Europeia, nem o encaixe financeiro que o Estado terá com o fim destes descontos.

O Dinheiro Vivo tentou obter mais esclarecimentos junto da Secretaria de Estado mas não teve respostas. Em causa estão 692 mil utentes que a Via Verde tem registados até junho deste ano com direito a isenções e descontos e um aumento substancial dos encargos para quem circula diariamente nestas vias.

As isenções e os descontos nos moldes atualmente em vigor vão mesmo acabar no final do mês de setembro

Opinião&Blogs
A Rússia está ao rublo!
Por  Tiago Figueiredo Silva
16:36
Felizes contradições   Por  João Adelino Faria
08:41
Portugal é mexilhão   Por  Pedro Bidarra
00:01
Petrodólares   Por  Ricardo Reis