...
26/11/2014 | 16:05 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Mariana de Araújo Barbosa

PUB
Sensibilidade a diferentes culturas e ambição de trabalhar com vencedores são das características procuradas nos futuros colaboradores

Emirates recruta em Lisboa: tatuagens visíveis, buço e aparelhos nos dentes são mal-vistos

Antinori é vice-presidente executivo
D.R.
06/02/2013 | 11:31 |  Dinheiro Vivo

A Emirates vem a Lisboa contratar pessoal de cabine, no próximo dia 9 de fevereiro. Os números de recrutamento não estão fechados e, por isso, a margem de contratação não tem limite.

Siga o Dinheiro Vivo no Facebook e receba as novidades de emprego.

O vice-presidente executivo da companhia, Thierry Antinori, explica que tipo de características devem ter os candidatos. "Procuramos pessoas que considerem que os clientes são as pessoas mais importantes da companhia, mais ainda do que os administradores. Porque são os clientes que nos pagam os salários.", explica o responsável.

Leia aqui a experiência da assistente de bordo portuguesa Cátia de Oliveira, recrutada pela Emirates em 2008.

Antinori diz que os candidatos devem ser sensíveis à multiculturalidade, de maneira a saberem lidar com as diferentes culturas, tanto dos colegas de trabalho como dos clientes da companhia.

A Emirates procura "pessoas que queiram trabalhar com vencedores, porque estamos habituados a ganhar. Queremos vencedores, pessoas positivas", assegura o vice-presidente executivo. E dá um exemplo: "É como preferir ir a um restaurante onde se sabe que há muitos, muitos clientes, em vez de ir a outro que não tem ninguém. Nós atraímos pessoas para atrair outras pessoas."

Emirates inaugurou a 9 de julho de 2012 o voo Dubai-Lisboa e está a contratar em Portugal para as equipas de terra e de ar

Opinião&Blogs
O Brasil na esquina do tempo
Por  João Almeida Moreira
00:10
É a Argentina que manda   Por  Tiago Figueiredo Silva
15:24
Fingir que não sabemos   Por  João Adelino Faria
13:10
Foi meu aluno   Por  Ricardo Reis