...
02/09/2014 | 14:58 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por André Cabrita Mendes

PUB
Mohammed Al Jaber iniciou o negócio na hotelaria do Algarve em 1989 e hoje tem mais de 60 hotéis e resorts na Europa e no Médio Oriente

Quem é o sheik milionário que investe no Algarve há 25 anos?

18/09/2013 | 12:20 |  Dinheiro Vivo

Mohammed Bin Issa Al Jaber investe no Algarve desde o final da década de 80, mas o discreto milionário saudita, o terceiro mais rico da Arábia Saudita, continua a ser um perfeito desconhecido em Portugal.

O sheik nasceu em 1959 na cidade de Jeddah, na Arábia Saudita, e iniciou o seu primeiro negócio em 1982 quando fundou a construtora saudita Jadawel International Construction & Development. A sua fortuna está hoje avaliada em mais de 7 mil milhões de dólares, segundo contas da Forbes, cerca de 5,2 mil milhões de euros (quase duas vezes mais do que Américo Amorim, o mais rico de Portugal).

Fundado há mais de 30 anos, o grupo MBI International é a casa mãe de todas as empresas do sheik, incluindo a produtora alimentar Ajwa Group for Food Industries, a construtora Jadawel International e a petrolífera Continentoil.

Outra das subsidiárias da MBI International é a empresa hoteleira JJW Hotels & Resorts que foi fundada em Portugal em 1989. Atualmente, a companhia detêm mais de 60 hotéis e complexos turísticos na Europa e no Médio Oriente, incluindo França, Áustria, Reino Unido, Portugal e Egito.

Esta semana, foi anunciado que a JJW Hotels & Resorts vai assumir a gestão do Hotel Penina Golf Resort, em Portimão e que o grupo está ainda interessado em adquirir a parcela de 24% que a Caixa Geral de Depósitos detêm no complexo turístico de luxo de Vale do Lobo, em Loulé.

Além de empresário, Al Jaber também é conhecido pela sua faceta de filantropo através da MBI Al Jaber Foundation, organização sediada em Londres e que atribui bolsas de estudo para algumas das mais conceituadas instituições de ensino a nível mundial. O milionário também criou o London Middle East Institute na School of Oriental and African Studies.

No início deste ano, o sheik saudita contava ao Washington Post que continuava interessado em investir no país. "Estamos à procura de oportunidades, incluindo em Portugal", disse. "Onde há dificuldades há sempre uma oportunidade", justificou.

Numa entrevista dada o ano passado ao jornal de língua inglesa Algarve Resident, o milionário afirmava ter investido mais de 400 milhões de euros em Portugal ao longo de 25 anos. "Estou determinado a continuar a investir em Portugal pois considero que o Algarve é um dos principais destinos da Europa", explicou.

"Estou determinado a continuar a investir em Portugal pois considero que o Algarve é um dos principais destinos da Europa"

Opinião&Blogs
O BES Angola é banco bom ou banco mau?
Por  Ricardo Reis
00:00
Suicídio   Por  João Adelino Faria
00:00
A chamada das euforias   Por  Tiago Figueiredo Silva
00:00
Quando o nevoeiro passar   Por  Joana Petiz
Slideshows