...
28/07/2014 | 23:29 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Ana Marcela

PUB
A associação de defesa de consumidores diz que a empresa não cumpre prazos de reembolso e está em processo de insolvência

Deco alerta: não compre na loja online Luxo24

07/01/2014 | 10:33 |  Dinheiro Vivo

A Deco alerta os consumidores para que não comprem produtos de relojoaria e jóias na loja online Luxo24.

"A Luxo24 não cumpre a lei que determina o prazo máximo de 30 dias para reembolso em caso de indisponibilidade dos produtos e pressiona os consumidores a aceitarem créditos para futuras compras naquela empresa", alerta a associação de defesa do consumidor em nota enviada às redações.

Uma situação que tenderá a agravar-se com o "desenrolar do processo de insolvência, no qual a Luxo24 foi declarada insolvente", frisa a Deco.



Leia ainda: Deco: Remédios sem receita são 10% mais baratos nos hipermercados


O portal Luxo24, todavia, continua operacional, sendo possível fazer transações, constando agora uma "outra empresa com sede na Alemanha como entidade vendedora", diz a Deco. No site é dado o nome John Moser GmbH, com sede em Hamburgo.

"Dadas as condições contratuais abusivas em clara desconformidade com a lei e a conduta da empresa lesiva para os interesses dos consumidores, a Deco desaconselha a celebração de qualquer contrato com a mesma", diz a associação.

O caso já foi denunciado pela Deco à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica.

O Dinheiro Vivo está a tentar obter uma reação da Luxo24, mas até ao momento tal não foi possível.

A Luxo24 está em processo de insolvência, diz a Deco

Opinião&Blogs
O risco da improbabilidade
Por  Sílvia de Oliveira
02:46
Dignidade   Por  João Adelino Faria
02:42
É sempre a subir   Por  Ricardo Reis
02:42
Tenho uma Cassandra dentro mim   Por  Pedro Bidarra
Slideshows
Judeus e Árabes "recusam-se...