...
22/08/2014 | 14:45 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Bárbara Barroso

PUB
O Grupo está a mudar a forma como se dirige ao mercado e a tornar-se mais competitivo. A estratégia começou em 2011 com a absorção do IVA

El Corte Inglés muda de estratégia e baixa os preços em 10%

El Corte Inglés esteve cheio
D.R.
08/06/2012 | 15:04 |  Dinheiro Vivo

A cadeia espanhola El Corte Inglés está a efectuar um reposicionamento da sua estratégia face ao mercado de forma a aproximar-se dos concorrentes diretos e assim baixar os preços.

A mudança de estratégia do grupo está a ocorrer a nível Ibérico e não é apenas mais uma promoção. Em Espanha os preços de supermercado irão baixar cerca de 20%, em Portugal, e como a divergência face aos preços praticados pelos concorrentes é menor, irão cair entre 7% e 10%.

Pedro Barbosa, responsável pelas Relações Externas em Portugal, explicou ao Dinheiro Vivo que esta política já está em andamento desde o último trimestre de 2011, quando absorveram o aumento do IVA, mas agora, refere, a aposta será mais feroz.

Como não se trata de uma campanha pontual, a cadeia espanhola optou por não fazer qualquer tipo de comunicação. Ou seja, as diferenças irão ser sentidas apenas no momento de pagar a conta.

"Não temos por hábito comunicar e não está previsto para já, uma vez que pretendemos que as pessoas associem o El Corte Inglés a uma marca de qualidade e diversidade", explica Pedro Barbosa.

Ao nível dos supermercados, o Grupo está também a apostar nas marcas brancas, cuja procura tem sido cada vez maior por parte dos clientes. Assim, oferecem a marca El Corte Inglés, muito idêntica à marca líder do mercado, e estão a reforçar a oferta da Aliada, uma marca de segmento low cost, e por isso mais barata.

Na restauração própria, espalhada pelos centros comerciais, o El Corte Inglés também vai baixar os preços. O objectivo é, mais uma vez, aumentar a competitividade face à concorrência.

Produtos no supermercado do El Corte Inglés vão ficar mais baratos em 10%

Opinião&Blogs
O post mortem de Eduardo
Por  João Almeida Moreira
00:00
03:28
00:00
Nossos bebés que choram   Por  Sérgio Figueiredo
Slideshows
Ferguson: a violência...