...
26/10/2014 | 08:27 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Ana Baptista

PUB
Elétrica poderá ser a primeira a ter esta oferta no mercado livre, agora que o governo já alterou a legislação

EDP está a preparar uma nova tarifa bi-horária para 2013

António Mexia, CEO da EDP
Leonardo Negrão
03/11/2012 | 00:00 |  Dinheiro Vivo

A EDP vai disponibilizar uma oferta com tarifa bi-horária no mercado livre de eletricidade, apurou o Dinheiro Vivo junto de fonte da empresa. A nova campanha ainda está a ser delineada, mas a empresa garante que estará disponível já a partir de janeiro de 2013, adiantou a mesma fonte.

Esta ideia só é possível de concretizar agora, uma vez que foi apenas há duas semanas que o governo alterou a legislação para permitir que as comercializadoras de eletricidade tenham tarifas bi-horárias no mercado liberalizado. Até agora, isso só era possível no mercado regulado.

No entanto, a intenção da empresa de ter esta oferta não é nova. A partir do início do ano, com o arranque das tarifas transitórias, deixa de ser possível ter um bi-horário regulado e para a EDP era importante haver uma oferta semelhante no mercado liberalizado.

É que a tarifa bi-horária atual é considerada a mais barata do mercado regulado e é mais vantajosa do que a maioria das ofertas do mercado livre. Segundo um estudo da Deco, a bi-horária regulada custa menos 48 euros por ano do que a oferta normal regulada da própria EDP. E chega a ser 39 euros mais barata do que o Casa Total 10+2, a campanha da EDP para o mercado liberalizado que dava descontos de 10% no gás e de 2% na luz.

Desde junho, a EDP angariou 65 mil clientes com a campanha Casa Total 10+2 e mais 50 mil nas outras ofertas

Opinião&Blogs
O melhor gestor de imagem
Por  João Adelino Faria
12:13
Taxar, cada vez mais   Por  Ricardo Reis
10:35
Durão (Fígaro) Barroso   Por  Pedro Bidarra
16:25
Obrigado, Governo   Por  Luís Reis Ribeiro
Slideshows