...
03/09/2014 | 03:06 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Ana Baptista

PUB
Projeto fica no parque de estacionamento do Chão do Loureiro, perto do Castelo de São Jorge e permite poupar 4.500 euros na fatura

Galp e EMEL investem 145 mil euros em central fotovoltaica

29/05/2012 | 13:30 |  Dinheiro Vivo

A Galp e a EMEL investiram 145 mil euros na instalação de um parque solar fotovoltaico na cobertura do parque de estacionamento do Chão do Loureiro, perto do Castelo de São Jorge.

Com 144 painéis solares, uma potência de 20 kvA e uma produção de 3.437 kwh, este parque, hoje inaugurado, vai permitir à Empresa Municipal de Estacionamento de Lisboa, poupar 4.500 euros por ano, e deverá cobrir cerca de 22% das necessidades energéticas do parque, que consome perto de 11 mil kwh de energia.

No total, juntando as restantes medidas de eficiência implementadas neste parque nas áreas da iluminação e da ventilação/arrefecimento, somam poupanças de 12.500 euros. Um montante que será depois repartido pelas duas empresas, segundo explicou ao Dinheiro vivo o presidente da empresa de EMEL, António Júlio de Almeida.

"Os parques de estacionamento são os investimentos mais pesados da EMEL na construção e na exploração. Por isso, estamos a desenvolver uma tecnologia que permite centralizar a gestão dos parques e esta parceria com a Galp ajuda-nos a reduzir a fatura energética", adiantou.

A parceria entre as duas empresas incluiu ainda a partilha do investimento realizado. À Galp Soluções de Energia, a unidade do grupo dedicada à eficiência energética e que desenvolveu este projeto, coube 110 mil euros.

À EMEL coube um investimento de 35 mil euros, que o presidente da empresa, António Júlio de Almeida, espera "recuperar em seis a sete anos", disse ao Dinheiro Vivo.

A parceria entre as duas empresas, que vai estender-se ao longo de 15 anos, irá ainda alargar-se a outros parques da EMEL. "Daqui para a frente, todos os nossos novos parques serão feitos de projecto com a Galp", disse António Júlio de Almeida, adiantando que já estão a desenvolver soluções para dois parques, um no mercado de Arroios e outro para o parque de estacionamento do Campo de Cebolas.

Além disso, disse o presidente da EMEL, a parceria com a Galp pode ainda alargar-se a parques antigos. "Estamos a estudar soluções para o parque da Calçada do Combro", adiantou ainda.

A parceria com a Galp vai permitir que os próximos parques de estacionamento da EMEL também terão painéis fotovoltaicos

Opinião&Blogs
Marina cada vez mais perto de Judas
Por  João Almeida Moreira
00:00
00:00
Suicídio   Por  João Adelino Faria
00:00
A chamada das euforias   Por  Tiago Figueiredo Silva
Slideshows