...
27/08/2014 | 19:56 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Erika Nunes

PUB
Associação de Defesa do Consumidor negociou desconto e contratos sem fidelização para beneficiar consumidores que adiram ao mercado livre

Protocolo DECO com Goldenergy permite poupar mais de 50 euros na luz e no gás

Leilão integra gás e eletricidade
D.R.
26/10/2012 | 10:10 |  Dinheiro Vivo

Mais de 50 euros por ano é quanto a DECO estima que os seus associados possam poupar se aderirem ao mercado liberalizado da eletricidade e do gás no âmbito do protocolo que assinaram com a Goldenergy.

A associação negociou, ainda, com o fornecedor de gás "um contrato livre de cláusulas lesivas e sem período de fidelização e extensível a todos os consumidores", o que permitirá, a quem assim pretender, mudar de fornecedor a qualquer momento sem mais encargos.

No simulador da DECO, os consumidores poderão descobrir se o fornecedor do grupo Dourogás lhes permite, efetivamente, poupar na conta de energia ao final do ano.

Até ao mês passado, segundo a associação, apenas cerca de 12% do total de famílias tinha mudado para o mercado livre da eletricidade e, no caso do gás natural, essa percentagem era ainda menor.

"Os consumidores não sabem que fornecedor escolher face às diferentes propostas. Por sua vez, sentem-se pressionados a decidir, para não ficarem sujeitos aos aumentos trimestrais das tarifas reguladas, previstos a partir de janeiro de 2013", adianta a DECO.

As famílias só serão mesmo obrigadas a passar para o mercado livre a 31 de dezembro de 2015, porém, a partir de janeiro próximo já não será possível fazer contratos ao abrigo da tarifa regulada. Os aumentos previstos nesta tarifa servirão de "incentivo" para os consumidores alterarem os seus contratos.

Quem tem tarifa bi-horária não deve alterar fornecedor de luz, exceto se tiver melhor proposta da concorrência, mas no gás já pode poupar

Opinião&Blogs
O Brasil do Manchetómetro
Por  João Almeida Moreira
15:57
01:46
Turistas nada acidentais   Por  Sérgio Figueiredo
00:00
Os anjos da saúde   Por  Tiago Figueiredo Silva
Slideshows
Ferguson: a violência...