22/12/2014 | 14:50 | MOBILE | RSS
RSS
+-TEXTO

Por Armando Fonseca Júnior

PUB
O mercado de carros usados está em queda, tal como as vendas de novos, devido às restrições ao crédito e à falta de poder de compra

Carros: Usados mais baratos mas com vendas em quebra

Europa tem excedente de produção
Luísa Sousa
12/06/2012 | 13:14 |  Dinheiro Vivo

Tal como os carros novos, poucas vezes os usados terão estado tão baratos em Portugal. Muitos aproveitam, mas isso não evita que este mercado não registe uma quebra acentuada, segundo Hélder Pedro, da Associação Automóvel de Portugal (ACAP).

"Os usados estão de facto muito baratos, é a perceção que temos, mas o mercado está a cair", diz, lamentando a impossibilidade de reunir dados sobre este setor. "Bem tentamos, mas não tem sido possível obter a informação que permita reunir números precisos. De qualquer forma, as restrições ao crédito deixam desde logo ver que as dificuldades são muitas e que há uma quebra acentuada, tal como nos novos", explica.

"Paralelamente, há falta de poder de compra. Muitos portugueses viram subsídios e outros benefícios cortados, o que torna as aquisições mais difíceis. Em especial no caso dos automóveis, os baixos índices de confiança e a insegurança criada pelo desemprego crescente traduzem-se de imediato por uma retração", acrescenta.

Hélder Pedro refere ainda que esta situação vem complicar ainda mais a situação do comércio automóvel uma vez que "os stocks de usados estão a crescer, o que tem custos muito elevados".

Falta de crédito e de poder de compra estão a dificultar a venda de carros usados

Opinião&Blogs
A Rússia está ao rublo!
Por  Tiago Figueiredo Silva
16:36
Felizes contradições   Por  João Adelino Faria
08:41
Portugal é mexilhão   Por  Pedro Bidarra
00:01
Petrodólares   Por  Ricardo Reis