Motor 24

Chegam a Portugal radares que multam com base na velocidade média

Radar_Tiago-Melo_Global-M-20dae48838a25918c64d1ebcf787a6451219f9e9

Vida mais difícil para quem trava apenas à passagem pelos controlos de velocidade. Radares que conseguem aferir a velocidade média entre dois pontos estão previstos em Portugal até 2024.

O Ministério da Administração Interna anunciou na sexta-feira um investimento de 8,5 milhões de euros para reforçar do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (Sincro), com a instalação de 50 novos postos de controlo durante os próximos quatro anos, a aumentar para 110 o número de locais de fiscalização a nível nacional.

De acordo com comunicado da ANSR enviado às redações, a proposta prevê a aquisição de 30 novos radares, que serão instalados de forma rotativa na meia centena de novos postos de controlo, em vias a anunciar. De acordo com aquela entidade há atualmente na rede Sincro 70 equipamentos em funções nas estradas portuguesas.

Velocidade média passa a ser controlada

Dez dos novos dispositivos previstos para o novo país vão controlar a velocidade média entre dois pontos, uma estreia nas estradas nacionais, sendo que a ANSR também explica que estão desenvolvidos ainda para “medir, em simultâneo, a velocidade de vários veículos, mesmo nos casos em que estes circulam lado a lado ou a uma distância inadequada entre si”.

Meia centena de novos radares no país

De Lisboa à Sertã são vários os locais já identificados para a instalação de novos radares que visam o reforço imediato do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO) no país. A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) recebeu luz verde do Governo para lançar o concurso para a compra e manutenção de 30 novos equipamentos, que serão instalados de forma rotativa em meia centena de novos postos de controlo de velocidade.

Aquela autoridade já confirmou oficialmente que os novos radares serão distribuídos por pontos-chave da sinistralidade no país, incluindo a Estrada Nacional 5, em Palmela, a Estrada Nacional 10, em Vila Franca de Xira, a Estrada Nacional 101, em Vila Verde, a Estrada Nacional 106, em Penafiel, a Estrada Nacional 109, em Bom Sucesso, o IC19, em Sintra, e o IC8, na Sertã. A lista completa não é ainda conhecida, mas, segundo avançou o jornal SOL, vias como Segunda Circular e a Avenida de Ceuta, em Lisboa, também serão alvo de reforço de controlo com estes equipamentos. O investimento total rondará os 8,5 milhões de euros nos próximos quatro anos, aumentando para 110 o número de locais de fiscalização da rede SINCRO.

Ler mais em www.motor24.pt

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

(João Silva/ Global Imagens)

Estrangeiros compraram menos casas em Portugal em 2019. Preço por imóvel subiu

dgs covid portugal coronavirus

Mais cinco mortos e 463 infetados por covid-19 em Portugal

Chegam a Portugal radares que multam com base na velocidade média