Joana Petiz

Sou jornalista há 20 anos, boa parte deles em publicações económicas. Passei pel’O Independente, onde me estreei no jornalismo, e pelo Diário Económico, estive na equipa fundadora do jornal i, em 2009, e do Dinheiro Vivo, em 2011, onde hoje ocupo o lugar de diretora executiva. Também no GMG, tenho desempenhado funções no Diário de Notícias, onde agora ocupo o lugar de subdiretora, que acumulo com a direção executiva do Dinheiro Vivo.

Joana Petiz

Já viu quanto IVA pagou hoje?

Desde os tempos em que a troika foi chamada para nos tirar do buraco que não acontecia um corte tão significativo na quantidade de alimentos comprados pelos portugueses. Sinais de pobreza à vista. Mas desta vez, a realidade é ainda mais negra: é que comprar menos não significa que se poupa. Apesar de já estarem a cortar na comida, os portugueses estão a gastar muitíssimo mais dinheiro do que há um ano. A subida registada até setembro, acima dos 13% de incremento nos gastos, nunca conheceu um pico tão acentuado.

Joana Petiz

Costa tem um sonho, França tem o nuclear

A crise energética que deixou a Europa a tremer silenciou os profetas do fim do mundo, com o risco real de apagões e congelamento da economia e da sociedade a abafar o clamor pela descarbonização selvagem. Ganhou-se, à custa da ameaça, o afastamento que devia ter guiado desde o primeiro momento uma revolução que é necessária e urgente, mas cujos prazos não podem ser definidos por histeria coletiva mas assegurar que se toma o tempo necessário à ponderação que permitirá escolher caminhos que não somem erros ao erro, nem gerem graves problemas de exclusão, pobreza e sustentabilidade, ameaçando o que a Europa conquistou no último século. E a própria transição.