TAP

Antonoaldo Neves: “Saio com sentimento de missão cumprida”

Antonoaldo Neves, CEO da TAP. Foto: EPA/GUILLAUME HORCAJUELO
Antonoaldo Neves, CEO da TAP. Foto: EPA/GUILLAUME HORCAJUELO

Antonoaldo Neves está de saída da TAP e despediu-se com uma carta, onde diz estar "muito grato e profundamente orgulhoso" do que foi feito.

Antonoaldo Neves deixou a presidência executiva da TAP e despediu-se dos funcionários com uma carta. Na missiva, a que o Dinheiro Vivo teve acesso, o gestor não esconde que “o desafio que a TAP tem pela frente é enorme e, para além da alma, é preciso muito foco e união. Tenho a esperança de que um novo ciclo se iniciará”.

Numa retrospetiva quanto ao passado, Antonoaldo Neves nota que “nos últimos anos alcançámos, juntos, muitas vitórias e demonstrámos a nossa capacidade de fazer acontecer, de nos reinventarmos e de nos transformarmos. Renovámos a frota, abrimos novos destinos, duplicámos a satisfação do cliente, reestruturámos a ME Brasil, obtivemos financiamentos nos mercados financeiros internacionais, reestruturámos a nossa dívida, diminuindo significativamente o seu peso e aumentando a sua maturidade, contratámos mais de 2000 pessoas e assegurámos a paz social, não houve greves na TAP desde a privatização. Passámos de 10,6 milhões de passageiros para 17,1 milhões, 80% dos quais são estrangeiros e, em 2019, fomos escolhidos como a melhor empresa para trabalhar em Portugal”.

“Grato e profundamente orgulhoso por tudo o que construímos e entregámos em conjunto nos últimos anos”, o gestor que chegou aos comandos da TAP com a entrada de David Neeleman na companhia aérea diz: “saio com sentimento de missão cumprida. Concretizei, em cada dia, a minha visão para a TAP”. “Saio com a consciência e com o coração completamente tranquilos por ter dado o meu contributo, profissional e enérgico, sempre para o melhor da TAP”.

Deixa ainda uma palavra ao seu sucessor: Ramiro Sequeira. “Uma palavra de apreço e encorajamento ao Ramiro, que saberá dar o seu melhor para motivar e criar as condições para que todos possam contribuir para ultrapassar este desafio e dar um novo futuro à nossa TAP”.

Em julho, quando o Estado confirmou em conferência de imprensa que ia comprar a posição de David Neeleman no consórcio Atlantic Gateway, ficando com uma participação na TAP na casa dos 72%, Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, admitiu que a TAP iria ter uma nova comissão executiva e que, em breve, o CEO – Antonoaldo Neves – iria ser substituído.

O sucessor para já de Antonoaldo Neves é Ramiro Sequeira, que ocupava desde 2018 Chief Operating Officer (diretor de operações) da TAP. Antes de integrar os quadros da companhia aérea nacional, esteve mais de uma década no grupo IAG (composto pela espanhola Ibéria e britânico British Airways), chegando à presidência executiva (CEO) da TAP numa altura conturbada para a empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

Ramiro Sequeira TAP

Novo CEO da TAP diz ser vital ter “bom senso e calma” para tomar decisões

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

Antonoaldo Neves: “Saio com sentimento de missão cumprida”