Futuro da Banca

Banco Popular corta 3.000 empregos

Reestruturação é para avançar no final de setembro ou início de outubro e será feita sobretudo através de reformas antecipadas.

O Banco Popular planeia reduzir até 20% o número de trabalhadores até ao final do ano. Em causa podem estar entre 2.500 e 3.000 funcionários, numa reestruturação que também vai implicar o encerramento de balcões, diz o “Expansión”.

O banco espanhol quer avançar com o processo através de reformas antecipadas, já que cerca de três mil funcionários do banco têm mais de 55 anos.

Em maio o banco anunciou uma reestruturação e um aumento de capital, realizado em junho, de 2,5 mil milhões de euros, que apanhou o mercado de surpresa. O objetivo do plano estratégico é melhorar a rentabilidade do banco e diminuir custos. A redução, contudo, não deve afetar Portugal.

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Foto: REUTERS/Rafael Marchante

Portugal entre os países europeus que ficaram mais desiguais

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Banco Popular corta 3.000 empregos