Emissão de obrigações

“A banca não está a ajudar o Sporting na emissão obrigacionista”

Foto: Filipe Amorim/Global Imagens
Foto: Filipe Amorim/Global Imagens

O vice-presidente da SAD leonina afirmou à TSF que o Sporting está a comercializar a emissão de dívida sozinho e que os bancos não estão a ajudar.

O vice-presidente da SAD do Sporting, Francisco Salgado Zenha, acusa a “banca” de não estar a apoiar a oferta de emissão de obrigações para o retalho, que o clube tem em curso.

Adiantou, em entrevista à TSF, que o Sporting está a comercializar a emissão de dívida sozinho e que os bancos não estão a fazer um esforço de comercialização das obrigações juntos dos potenciais investidores.

O Montepio Investimento é o coordenador global da emissão, que não tem tomada firme nem garantia de colocação por parte do sindicato bancário da operação, que é constituído pelo Novo Banco, Caixa Geral de Depósitos, Millennium bcp, Caixa Económica Montepio Geral, Caixa BI, Banco Best, Carregosa e AtivoBank.

O responsável da SAD leonina garantiu que os 30 milhões de euros que o clube pode encaixar com a oferta são suficientes para a atual conjuntura do Sporting.

A emissão de dívida para o retalho do clube visa financiar o reembolso de uma outra emissão que vence a 26 de novembro, depois de um adiamento do pagamento ter sido aprovado pelos investidores em assembleia-geral.

A subscrição das obrigações decorre até ao dia 22 de novembro. A oferta paga uma taxa de juro bruta anual de 5,25%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

“A banca não está a ajudar o Sporting na emissão obrigacionista”