Montepio

Associação Mutualista salva emissão de dívida do Montepio

Lisboa, 20/02/2019 - Dulce Mota, CEO do Banco Montepio e Carlos Tavares, chairman do Banco, fotografados esta manhã na sede da Caixa Económica Montepio Geral durante a apresentação à imprensa da nova imagem do Banco.

( Gustavo Bom / Global Imagens )
Lisboa, 20/02/2019 - Dulce Mota, CEO do Banco Montepio e Carlos Tavares, chairman do Banco, fotografados esta manhã na sede da Caixa Económica Montepio Geral durante a apresentação à imprensa da nova imagem do Banco. ( Gustavo Bom / Global Imagens )

A Mutualista já tido feito um empréstimo de 50 milhões de euros ao banco quando, em dezembro, falhou uma emissão de obrigações.

A Associação Mutualista Montepio Geral, dona do Banco Montepio, terá assumido 70% das obrigações emitidas pelo Banco Montepio, numa operação para colocar 100 milhões de euros junto de investidores.

Uma porta-voz da Associação Mutualista garantiu ao Dinheiro Vivo que “a operação não está concluída”, remetendo para mais tarde informações sobre a emissão. O Banco Montepio ainda não comentou.

Segundo o Eco, a operação foi subscrita em 70 milhões de euros pela Mutualista e teve uma procura global de 120 milhões de euros. Mas a procura elevada foi suportada na participação de partes relacionadas com o banco – o acionista principal e empresas do grupo – que terão colocado ordens no montante de 80 milhões de euros.

A emissão do Banco Montepio foi feita a um juro elevado de 10,5% que compara, por exemplo, com os 8,5% pagos pelo Novo Banco para emitir 400 milhões de euros em junho de 2018, naquela que foi a emissão de dívida mais cara do ano na banca europeia.

Se o rácio de capital do Banco Montepio descer abaixo de um determinado nível, estes títulos Additional Tier2 (AT2) agora emitidos são convertidos em capital do banco ou são aplicados, na totalidade, para colmatar perdas, lembra o Eco.

A Mutualista já tinha ido em socorro do Montepio no final de 2018, quando o banco falhou uma emissão de dívida de 150 milhões de euros. A Associação fez um empréstimo subordinado de 50 milhões de euros ao banco, com uma taxa de juro de 8%, permitindo que o Montepio cumprisse o rácio de capital exigido de 13,625%.

No final de 2018, a Associação Mutualista detinha um total de 176,2 milhões de euros em ativos financeiros disponíveis para venda no Montepio.

A Mutualista também subscreveu em 2018 obrigações subordinadas da companhia de seguros Lusitânia, num total de 15 milhões de euros em duas operações distintas com uma taxa de juro de 10%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido REUTERS/Henry Nicholls - RC12D8BECE70

Boris Johnson ganha eleições britânicas com maioria absoluta

Trump Xi China

Trump assina acordo inicial com China para evitar tarifas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

EDP processa o Estado. Elétrica exige 717 milhões de euros

Outros conteúdos GMG
Associação Mutualista salva emissão de dívida do Montepio