banca

Associados da Mutualista Montepio aprovam contas de 2019

Foto: Gustavo Bom/Global Imagens
Foto: Gustavo Bom/Global Imagens

Associação Mutualista registou prejuízos de 408,8 milhões de euros em 2019, sobretudo devido ao reforço das imparidades para o seu banco.

Os associados da Associação Mutualista Montepio Geral aprovaram na terça-feira os resultados relativos a 2019, com 89,09% dos presentes na assembleia-geral (AG) a votar favoravelmente as contas da dona do Banco Montepio.

A Associação Mutualista registou prejuízos de 408,8 milhões de euros em 2019, sobretudo devido ao reforço das imparidades para o seu banco. O resultado compara com um lucro de 1,6 milhões de euros de 2018.

Estiveram presentes na AG apenas 160 dos mais de 630 mil associados da Mutualista.

“Os associados da Associação Mutualista Montepio acabam de aprovar, em assembleia-geral e por larga maioria de 89,09%, as contas individuais da Associação referentes ao exercício de 2019, traduzidas em resultados recorrentes positivos, de 9,0 milhões de euros”, anunciou a Mutualista num comunicado divulgado na terça-feira à noite.

A divulgação das contas de 2019 da mutualista sofreu um atraso devido a diferendos de fundo entre a Associação e a auditora PWC, nomeadamente sobre o valor atribuído ao Banco Montepio. A auditora certificou com reservas as contas da Mutualista, devido aos 800 milhões de euros em ativos por impostos diferidos que considera sobreavaliados.

Ardem de trabalhos incluía a deliberação sobre o Relatório do Conselho de Administração e Contas Individuais e Parecer do Conselho Fiscal referente ao exercício de 2019 e sobre as propostas de aplicação de resultados.

Também estava em agenda a apreciação do Relatório da Atividade do Conselho Geral relativo ao exercício de 2019, a deliberação sobre a proposta de modificações do Regulamento de Benefícios apresentada pelo Conselho de Administração, acompanhada de parecer favorável do Conselho Geral, e Eleição de uma Comissão de cinco membros destinada a dar parecer e preparar a versão final da proposta de modificações do Regulamento de Benefícios a apresentar à Assembleia Geral.

(Atualizada às 12H16 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Associados da Mutualista Montepio aprovam contas de 2019