banca

Avaliação bancária sobe 8% em 2019 para 1.286 euros

Foto: Gustavo Bom/Global Imagens
Foto: Gustavo Bom/Global Imagens

No mês de dezembro, o valor médio de avaliação bancária aumentou nove euros - face a novembro - para 1.321 euros por metro quadrado.

A avaliação bancária no ano de 2019 sofreu um aumento de 7,9% face a 2018 para 1.286 euros por metro quadrado. O que significa que, e de acordo com os dados do INE divulgados esta terça-feira, 28 de janeiro, o valor médio a que os bancos avaliam as casas para efeitos de concessão de crédito à habitação agravaram-se em quase 8%, ou 95 euros, para um total de 1.286 euros por metro quadrado. Em janeiro de 2019, a avaliação bancária média global do país estava nos 1.226 euros e no último mês do ano fixou-se nos 1.321 euros.

“Observou-se um crescimento do valor de avaliação em todas as regiões NUTS II, tendo as regiões Algarve e Norte apresentado as variações de maior intensidade (10,9% e 8,7%, respectivamente)”, indica o gabinete de estatísticas em comunicado. “Por natureza de alojamentos, no ano de 2019, o valor
médio de avaliação bancária aumentou 9,5% nos apartamentos e 5,2% nas moradias, para valores médios de avaliação de 1.368 euros por metro quadrado e de 1 152 euros por metro quadrado (1.249 euros por metro quadrado e 1 095 euros por metro quadrado, em 2018, pela mesma ordem)”.

Dezembro em máximos
No último mês de 2019, o valor médio a que os bancos avaliaram as casas fixou-se em 1.321 euros por metro quadrado, mais nove euros que em novembro. O valor atingido pela avaliação bancária em dezembro é o mais elevado desde que o INE compila estes dados, ou seja janeiro de 2011.

“Em comparação com o período homólogo, o valor médio das avaliações cresceu 8,3%. A taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (10,0%) e a menor foi registada na Região Autónoma da Madeira (5,4%)”, nota o gabinete de estatísticas.

O valor médio da avaliação bancária de apartamentos foi de 1.408 euros por metro quadrado, quase mais 10% que em dezembro de 2018. O valor mais elevado foi registado no Algarve. Por outro lado, o mais baixo foi registado no Centro.

Em temos de moradias, o valor médio da avaliação bancária foi de 1.172 euros por metro quadrado no último mês de 2019, mais 4,7% que no mesmo mês de 2018. “Os valores mais elevados observaram-se no Algarve (1 696 euros por metro quadrado) e na Área Metropolitana de Lisboa (1 644 euros por metro quadrado), tendo o Centro registado o valor mais baixo (1 009 euros por metro quadrado).

(Notícia atualizada pela última vez às 11:34)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa-19/12/2019  - Conferencia de Antonio Mexia ,CEO da EDP. 
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Chinesa CTG vende 1,8% da EDP

(A-gosto.com/Global Imagens).

PSD indisponível para viabilizar alteração à lei para aeroporto do Montijo

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Novo Banco: Estado como acionista só dilui posição do Fundo de Resolução

Avaliação bancária sobe 8% em 2019 para 1.286 euros