Automação

Bancários humanos estão a perder para os robots na Suécia

Nordea, banco

O presidente executivo do banco sueco, Casper von Koskull, diz que, dentro de uma década, o setor ficará apenas com metade da atual força laboral.

Adeus sindicatos na banca e negociações salariais. Na Suécia, um dos grandes bancos do país está a implementar um plano para substituir humanos por robots.

O Nordea Bank, que tem em marcha o ambicioso plano, está a cortar 6.000 postos de trabalho. O banco foi o único grande no setor na Suécia a conseguir cortar custos no último trimestre.

O presidente executivo do banco sueco, Casper von Koskull, afirma que, dentro de uma década, o setor ficará apenas com metade da atual força laboral.

Koskull diz que o ajustamento é a única maneira de ficar competitivo para o futuro, com a automação e os robots a substituir as pessoas em todo o tipo de funções, desde a gestão de ativos a atender telefonemas de clientes do retalho.

O banco, o único na região com relevo global em termos sistémicos, registou uma descida de 11% nos custos totais no segundo trimestre, em comparação com um ano antes. O corte no número de funcionários chegou aos 8% para cerca de 29.300. Em comparação, o Barclays, que tem um valor de mercado semelhante ao do banco nórdico, empregava 80.000 colaboradores no final de 2017.

Outros bancos na Suécia deverão seguir o exemplo do Nordea. O presidente executivo do do SEB AB, Johan Torgeby, afirma que “o que pode automatizado será automatizado”.

Tanto o SEB como o Svenska Handelsbanken e o Swedbank reconhecem que a tecnologia é chave para o futuro do setor. Mas por enquanto têm planos diferentes sobre até onde os humanos precisam de ser substituídos por máquinas. Alguns bancos suecos, têm até executado uma onda de recrutamento de especialistas de tecnologia e da área de ciência da computação.

Certo é que o corto de custos no Nordea levou o banco a registar um aumento anual de 31% no seu lucro operacional no último trimestre, a maior subida entre os quatro principais bancos na Suécia.

O plano digital do Nordean também está a trazer lucros aos acionistas do banco. Após a divulgação dos seus resultados no segundo trimestre, o preço das ações do banco sueco registaram a melhor performance em bolsa desde início de fevereiro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
5D5BF6F7-69DF-4F33-9B33-A8FE9E3B1547

O fim dos concessionários? Na era digital, por cá ainda se compra o carro no stand

O presidente da China, Xi Jinping, fez uma visita de Estado a Portugal no final de 2018. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Angola e China arrastam exportações portuguesas. Alemanha e Itália ainda não

( Jorge Amaral/Global Imagens )

Preços das consultas da ADSE ainda em aberto

Outros conteúdos GMG
Bancários humanos estão a perder para os robots na Suécia