BCP

Banco controlado pelo BCP na Polónia com lucro de 160 ME em 2017

(© RUI COUTINHO)
(© RUI COUTINHO)

O BCP informa que, no quarto trimestre de 2017, o resultado líquido do Bank Millennium somou 42 milhões de euros, mais 36,6% do que em 2016.

O resultado líquido do polaco Bank Millennium, detido em 50,1% pelo BCP, recuou 2,9% para 160 milhões de euros (681 milhões de zloty-PLN) em 2017 face a 2016, informou esta sexta-feira o banco liderado por Nuno Amado.

Segundo disse à agência Lusa fonte oficial do BCP, se excluídos os resultados extraordinários obtidos em 2016, o lucro do ano passado aumentou 31%.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP informa que, no quarto trimestre do ano passado, o resultado líquido do Bank Millennium somou 42 milhões de euros (180 milhões de PLN), mais 36,6% do que no período homólogo em 2016.

Destacando a “melhoria da rendibilidade e da eficiência operacional” registada em 2017, o BCP aponta o “resultado ‘core’ como principal impulsionador”, ao aumentar 12,3% face ao período homólogo.

No exercício do ano passado, o Bank Millennium obteve um ROE (‘Return on equity’) de 9,3% e um ‘cost-to-income’ de 45,8%, tendo a margem financeira aumentado 11,6% face ao período homólogo e as comissões líquidas subido 14,2% face ao período homólogo.

No período, o rácio de crédito manteve uma imparidade estável (4,6%), com cobertura por provisões de 67%, tendo-se o custo do risco situado em 54 p.b. e o rácio de ‘loan-to-deposits’ (crédito sobre depósitos) em 82%.

O banco assinala ainda os “rácios de capital elevados”, com o rácio de Capital Total Consolidado (TCR) situado nos 22%, impulsionado pela emissão Tier 2 de 700 milhões de PLN, e o rácio ‘common equity Tier 1’ (CET1) nos 20% (excluindo os resultados de 2017).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

App TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

Banco controlado pelo BCP na Polónia com lucro de 160 ME em 2017