bancos

Banco Crédito Agrícola elege nova administração em 25 de maio

Licínio Pina, presidente do Crédito Agrícola
Licínio Pina, presidente do Crédito Agrícola

A Caixa Central de Crédito Agrícola é liderada por Licínio Pina desde 2013.

A Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo elege os novos órgãos sociais em 25 de maio, para o triénio 2019-2021, disse à Lusa fonte oficial do grupo cooperativo.

No final do ano passado terminou o mandato dos atuais órgãos sociais, pelo que os atuais estão em gestão corrente até às eleições.

A Caixa Central de Crédito Agrícola é responsável pela coordenação e supervisão das 80 Caixas de Crédito Agrícola Mútuo e é liderada por Licínio Pina desde 2013, há dois mandatos.

O gestor trabalha no banco há mais de 30 anos, sendo o seu lugar de origem a Caixa de Crédito Agrícola da Serra da Estrela.

Além do Conselho de Administração Executivo, nas eleições será eleita a Mesa da Assembleia-Geral e o Conselho Geral e de Supervisão.

Esta quinta-feira foi aprovada em assembleia-geral extraordinária a revisão dos estatutos do Crédito Agrícola para que, de futuro, tenham de ser independentes cinco dos nove membros do Conselho Geral e de Supervisão.

Atualmente, os nove elementos são representantes das caixas agrícolas.

O grupo cooperativo Crédito Agrícola é composto por 80 caixas de Crédito Agrícola Mútuo, a Caixa Central e as empresas que detém, como seguradoras.

Tem cerca de 650 agências.

O grupo tem previsto fundir nos próximos anos 20 caixas, passando das atuais 80 para 60, justificando com a pouca rentabilidade e eficiência de algumas e ainda com a necessidade de cumprir exigências regulamentares que só são possíveis com caixas de maior escala.

Os resultados de 2018 ainda não são conhecidos, sabendo-se apenas que no primeiro semestre teve lucros de 64,2 milhões de euros.

Já em 2017 obteve 150 milhões de euros de lucro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O presidente do Conselho Geral e de Supervisão da ADSE, João Proença, durante a sua audição na Comissão de Saúde, na Assembleia da República, em Lisboa, 27 de fevereiro de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

ADSE já enviou novas tabelas de preços aos privados para negociação

FOTO: ESTELA SILVA/LUSA

Antram espera entendimento com sindicato sobre serviços mínimos

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Outros conteúdos GMG
Banco Crédito Agrícola elege nova administração em 25 de maio