crédito

Banco de Portugal faz alerta sobre JKP Credito Cooperativo

Banco de Portugal

O supervisor avisa que esta suposta entidade não tem autorização para fazer empréstimos nem intermediar a concessão de crédito.

O Banco de Portugal emitiu um alerta esta quarta-feira sobre a JKP Credito Cooperativo, uma “suposta entidade” que não tem licença para fazer empréstimos nem intermediar a concessão de crédito.

O supervisor avisa que esta empresa – que opera também através da página na Internet http://jkp-credito-cooperativo.com/ – “não está na presente data, nem nunca esteve, habilitada a exercer, em Portugal, qualquer atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal”.

O Banco de Portugal lembra que todas as entidades que podem conceder crédito têm de ter uma autorização do supervisor.

As listas das entidades autorizadas a exercer a atividade de concessão, intermediação e de consultoria de crédito podem ser consultadas no site do Banco de Portugal, e no Portal do Cliente Bancário.

O supervisor bancário anunciou no dia 22 de fevereiro que tem tomado conhecimento de “diversas situações” em que empresas ou entidades singulares propõem empréstimos facilitados, exigindo em troca a entrega de cheques pré-datados ou até a propriedade de carros ou casas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Banco de Portugal faz alerta sobre JKP Credito Cooperativo