Luanda Leaks

Banco de Portugal cria gabinete de crise para avaliar situação do EuroBic

Isabel dos Santos em Cabo Verde

O Banco de Portugal criou um gabinete de crise para avaliar a situação do EuroBic, depois da divulgação, no domingo, dos documentos do Luanda Leaks, que envolvem Isabel dos Santos. A informação está a ser avançada pela Sic, esta segunda-feira.

A televisão adianta ainda que o regulador pretende uma alteração da estrutura acionista do banco e que Isabel dos Santos está a ser pressionada para sair do banco. A empresária tem 42,5% das ações do Eurobic, cujo presidente é o ex-ministro das Finanças, Teixeira dos Santos. 25% deste capital é detido através da sociedade Santoro e outros 17,5% através da Finisantoro.

Segundo o Expresso, o governador Carlos Costa pediu mesmo ao EuroBic que esclareça com urgência as operações reveladas pelo Luanda Leaks. O Banco de Portugal já terá mesmo uma inspecção em curso no banco para analisar se estão a ser cumpridas as regras do branqueamento de capitais.

Ao Dinheiro Vivo, fonte do Banco de Portugal disse não ter comentários a fazer.

Em atualização.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Mário Centeno

Centeno volta a cativar mais dinheiro

Natalidade. Fotografia: Pedro Granadeiro / Global Imagens

Despesa com apoios à família é a quinta mais baixa da UE

Foto: D.R.

Coronavírus: EasyJet vai cancelar voos de e para Itália

Banco de Portugal cria gabinete de crise para avaliar situação do EuroBic