BCE

Bancos da zona euro terão de comunicar ciberataques ao BCE

(Fotografia: Kai Pfaffenbach/Reuters)
(Fotografia: Kai Pfaffenbach/Reuters)

A regra entra em vigor já este verão

Os bancos da zona euro vão passar a ter de reportar a ocorrência de ataques cibernéticos graves” ao Banco Central Europeu.

A informação foi avançada esta segunda-feira por Sabine Lautenschläger, vice-responsável da instituição de Frankfurt pela área da supervisão.

A regra entra em vigor já este verão e faz parte da estratégia de reforço da segurança informática da instituição liderada por Mario Draghi.

Segundo a responsável pela supervisão, o BCE concluiu uma “fase piloto com sucesso” em 2016, e planeia agora “implementar uma solução de longo prazo para todos os bancos que supervisionamos diretamente”.

Lautenschläger destacou que a medida vai ajudar a instituição a “abordar mais objetivamente a quantidade de ciberataques e a evolução das ameaças cibernéticas” ao sistema financeiro da zona euro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ana Avoila, coordenadora da Frente Comum de Sindicatos da Função Pública. Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Precários do Estado com menos de três anos de serviço vão ter concurso próprio

Maria Helena Rodrigues, presidente do STE

Precários: “Não é claro” como ficam trabalhadores mais qualificados, diz STE

Mario Draghi, no Fórum BCE 2017. Fotografia: Banco Central Europeu

Draghi. “A Europa precisa de um sucesso como o MIT”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Bancos da zona euro terão de comunicar ciberataques ao BCE