Banif

Banif. Draghi remete responsabilidades para Banco de Portugal

Mario Drgahi Foto:
REUTERS/Yves Herman
Mario Drgahi Foto: REUTERS/Yves Herman

Presidente do BCE afasta responsabilidade na supervisão da instituição financeira que cabia ao Banco de Portugal

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afastou hoje qualquer responsabilidade sobre o que aconteceu com o Banif. Numa carta, o responsável remeteu todas as responsabilidades para o Banco de Portugal.

Numa carta enviada ao eurodeputado do CDS, Nuno Melo, o presidente da autoridade monetária começa por salientar que “durante os anos do programa de ajustamento económico de Portugal, o Banif estava sob supervisão direta do Banco de Portugal”.

“Além disso, durante todo o período do programa, o BCE não foi incumbido qualquer tarefa específica no que diz respeito a políticas de supervisão prudencial a instituições de crédito”, explica Draghi.

Isto porque a partir de novembro de 2014, com a entrada em funções do Supervisor Único, “o Banif foi considerada uma ‘instituição menos significativa’ e, por esse motivo, continuou sob a supervisão direta da autoridade nacional competente, o Banco de Portugal”, acrescenta o presidente do BCE.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira (E), e a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D). Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo deixa cair referencial geral para aumento de salários

Elisa Ferreira, António Costa. Fotografia: Álvaro Isidoro/Global Imagens

Elisa Ferreira. Minas de lítio têm de “compensar impacto ambiental”

Iberdrola

Iberdrola investe 200 milhões em projetos eólicos no Alto Tâmega

Banif. Draghi remete responsabilidades para Banco de Portugal