banca

BBVA condenado a reintegrar no dia 2 de janeiro trabalhadores despedidos

Fotografia: Reuters/Chris Helgren
Fotografia: Reuters/Chris Helgren

O BBVA vai ter de reintegrar, no dia 2 de janeiro, seis trabalhadores que foram despedidos em 2014, quando o banco fez um despedimento coletivo.

O Supremo Tribunal de Justiça condenou o banco BBVA Portugal a reintegrar seis trabalhadores que foram despedidos em 2014, no âmbito de um processo de despedimento coletivo.

“Exatamente cinco anos após o despedimento coletivo promovido pelo BBVA Portugal, em plena época natalícia, o Supremo Tribunal de Justiça confirmou definitivamente que o despedimento foi ilícito e irregular e que os trabalhadores serão reintegrados no primeiro dia útil de 2020”, anunciou, esta terça-feira, o Sindicato dos Bancários do Norte (SBN) em comunicado.

A decisão do Supremo, de 11 de dezembro, surgiu após os seis antigos bancários terem impugnado judicialmente o seu despedimento pelo BBVA, há cinco anos.

Os seis bancários foram despedidos num processo de despedimento coletivo de 177 trabalhadores realizado pelo banco em 2014. O despedimento ocorreu no âmbito de uma reestruturação do banco em Portugal que envolveu o fecho de 43 balcões.

Segundo o presidente do SBN, Mário Mourão, esta decisão é “uma clara mensagem para a banca de que as decisões a tomar na gestão dos bancos têm que ter sempre em atenção os direitos dos trabalhadores bancários, que estão a ser constantemente fustigados nos últimos anos com pressões, despedimentos e incerteza nos postos de trabalho”.

Atualizada às 15H54 com mais informação

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. FILIPE FARINHA/LUSA

Marcelo promulga descida do IVA da luz consoante consumos

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

BBVA condenado a reintegrar no dia 2 de janeiro trabalhadores despedidos