BCE

BCE aprova Campos e Cunha e Vitorino no Santander

António Vitorino
António Vitorino

Os nomes foram propostos em maio último e já tinham sido aprovados pelos acionistas. Faltava o visto do Banco Central Europeu

O Banco Central Europeu (BCE) já terá dado o visto necessário aos nomes de Luís Campos e Cunha e António Vitorino para estes integrarem a administração do Banco Santander Totta.

A entrada destes dois ex-governantes socialistas para a gestão do Totta já antes tinha sido aprovada em assembleia-geral do banco faltando apenas a aprovação pelo supervisor europeu, o que terá chegado ao longo desta segunda-feira, de acordo com o “Negócios”.

A nova administração do Santander Totta, cujo presidente executivo continua a ser António Vieira Monteiro, será composta por 15 membros e terá um mandato até 2018.

Campos e Cunha já ocupava o cargo de líder do Conselho Fiscal do banco, devendo agora liderar a Comissão de Auditoria do Santander. António Vitorino já tinha presidido à mesa da Assembleia Geral da instituição.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
BCE aprova Campos e Cunha e Vitorino no Santander