banca

BCP aprovou mais de 100 mil moratórias

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP. Fotografia:  JOÃO RELVAS/LUSA
Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP. Fotografia: JOÃO RELVAS/LUSA

O banco aprovou 76.200 moratórias no crédito de particulares e 23.700 moratórias no crédito de empresas.

O Millennium bcp aprovou 100.400 moratórias no crédito, sendo a maior parte referentes a contratos de crédito das famílias que foram afetadas pelas medidas impostas pelo governo, na sequência da epidemia do novo coronavírus.

O banco aprovou 76.200 moratórias no crédito de particulares e 23.700 moratórias no crédito de empresas. Mas o banco escusou-se a divulgar os montantes envolvidos.

Defendemos que as moratórias deviam ser alargadas e com prazos largos porque estamos perante uma crise muito difícil”, afirmou Miguel Maya, presidente executivo do banco, na conferência de apresentação dos resultados trimestrais, também transmitida online.

Indicou que as moratórias para empresas deviam ser alargadas, no mínimo para o final do ano ou para o fim do primeiro trimestre de 2021, para alguns setores. Mas o CEO do BCP frisou que o banco apoiaria propostas com prazos mais largos.

O governo aprovou uma moratória legal para os créditos à habitação e de empresas, em vigor até ao final de setembro. Os bancos estão também a aplicar moratórias no crédito ao consumo, excluindo linhas a descoberto e cartões de crédito.

Nas linhas Covid-19 de financiamento com garantia estatal, mais de 12.400 candidaturas submetidas pelo banco foram aprovadas pelas sociedades de garantia mútua. Foram aprovados mais de 2,2 mil milhões de euros de financiamento, correspondente a 34% do montante total disponibilizado pelas linhas, indicou o banco numa apresentação sobre os resultados divulgados esta terça-feira.

Adiantou que o banco já desembolsou mais de 650 milhões de euros de financiamento.

O BCP anunciou hoje uma queda de 77% no seu lucro líquido no primeiro trimestre deste ano, devido a provisões para acomodar o impacto da crise.

Atualizada às 19H19 com mais informação

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

BCP aprovou mais de 100 mil moratórias