Resultados

BCP indica 2019 ou 2020 como ano para começar a pagar dividendos

Nuno Amado, presidente do BCP. Fotografia: Carlos Manuel Martins/Global Imagens
Nuno Amado, presidente do BCP. Fotografia: Carlos Manuel Martins/Global Imagens

O BCP está a preparar um novo plano para o negócio do banco e só depois da sua aprovação irá detalhar a política de dividendos.

O BCP tinha sinalizado que poderia começara a distribuir dividendos em 2019, relativos ao exercício de 2018. Mas a data de recomeço da remuneração aos acionistas ainda não está decidida.

O presidente do banco, Nuno Amado, indicou na conferência de apresentação dos resultados anuais, que o banco está a preparar um novo plano e que não se irá antecipar detalhes sobre a remuneração aos acionistas até à divulgação pública dessa estratégia.

Ainda assim, sinalizou que o reinício da distribuição de dividendos poderá ocorrer em 2019 ou 2020. A administração do BCP, cujo mandato terminou no final de 2017, está a trabalhar na preparação de um novo plano que possa ser decidido pelos órgãos sociais que forem eleitos na assembleia-geral de acionistas que irá ocorrer na primeira quinzena de maio.

As linhas do novo plano para o banco poderão ser divulgadas a partir de junho deste ano. Uma das apostas passa pelo aumento do investimento em novas tecnologias e no digital para “dar resposta ao enquadramento do setor bancário”, disse Nuno Amado.

O presidente do BCP focou ainda que o banco tem de “ter um controlo de custos muito grande”, mas não detalhou se estão a ser planeadas mais reduções de pessoal e de balcões. Em 2017 o quadro do BCP diminuiu em cerca de 140 pessoas na atividade em Portugal para 7189 funcionários.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/Rafael Marchante

Companhias aéreas contratam em força em Portugal

Turistas e habitantes do Bairro da Sé no Porto. Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens

Sete dicas para umas férias de verão sem sobressaltos

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Costa anuncia limites para contratos a termo. “Idade não rima com precariedade”

Outros conteúdos GMG
BCP indica 2019 ou 2020 como ano para começar a pagar dividendos