banca

BES pede 14 milhões a antigos administradores. Valor deverá aumentar

Ricardo Salgado, antigo presidente do BES. (Vítor Rios / Global Imagens )
Ricardo Salgado, antigo presidente do BES. (Vítor Rios / Global Imagens )

Ex-administradores já foram notificados, à exceção de Ricardo Salgado, Manuel Fernando Espírito Santo Silva e Pedro Matos Silva.

São 15 os antigos administradores de quem a comissão liquidatária do Banco Espírito Santo (BES) quer receber um valor global de, pelo menos, 14 milhões de euros. Os liquidatários pretendem integrar na massa insolvente o dinheiro dos vários gestores, para distribui-lo pelos credores do banco falido, escreve o Jornal de Negócios, esta terça-feira.

Os ex-administradores já foram notificados, à exceção de Ricardo Salgado, Manuel Fernando Espírito Santo Silva e Pedro Matos Silva, pelo que a quantia deve aumentar.

A intenção de implementar esta medida conhecida como “resolução em benefício da massa insolvente” já tinha sido avançada pelo mesmo jornal em outubro, depois de a comissão liquidatária do BES ter pedido ao Novo Banco o acesso aos extratos de várias contas nos dois anos anteriores ao colapso do banco. Analisados os extratos, a comissão concluiu que 15 antigos administradores praticaram atos lesivos para os credores.

Aqueles que já foram notificados negam ter cometido tais atos, mas recorrem a factos que a comissão liquidatária do BES considera “total ou parcialmente falsos, inexatos, descontextualizados, erroneamente descritos ou irrelevantes”.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Banco de Portugal

Bancos concederam moratórias a 741 623 empréstimos entre março e junho

Fotografia: D.R.

OIT. 42% dos jovens viu rendimento reduzir devido à pandemia

recibos verdes

Recibos verdes com trabalho dependente passam a ter apoio

BES pede 14 milhões a antigos administradores. Valor deverá aumentar