CGD

BNU Macau com lucros de 33,2 milhões no 1.º semestre

Banco BNU, em Macau
Banco BNU, em Macau

Os lucros do Banco Nacional Ultramarino (BNU) em Macau, do grupo CGD, desceram 3,15% em relação ao mesmo período de 2017.

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) em Macau, do grupo Caixa Geral de Depósitos, fechou o primeiro semestre do ano com lucros de 310,8 milhões de patacas (33,2 milhões de euros), menos 3,15% em relação ao mesmo período de 2017.

O balancete publicado hoje no Boletim Oficial de Macau demonstra que o BNU registou proveitos de 756,5 milhões de patacas (80,8 milhões de euros).

No dia 26 de junho, o BNU anunciou Carlos Álvares como novo presidente da Comissão Executiva, sucedendo a Pedro Cardoso, que liderou o banco português nos últimos sete anos.

Em comunicado, o BNU justificou a nomeação de Carlos Álvares com a sua “longa experiência no setor bancário”, tendo sido diretor-geral do Banco Comercial Português e ainda presidente do Banco Popular Portugal.

O BNU é, juntamente com o Banco da China, banco emissor de moeda em Macau, e conta atualmente com 20 agências, incluindo uma na Ilha da Montanha, em Zhuhai, cidade chinesa adjacente ao território.

Os lucros do BNU em Macau tinham registado uma subida de 26% em 2017 para 706 milhões de patacas (cerca de 70 milhões de euros).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

TVI

Compra da TVI pela Cofina deverá ter luz verde dos reguladores

Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Exportações de calçado crescem 45% para a China e 17% para os EUA

Outros conteúdos GMG
BNU Macau com lucros de 33,2 milhões no 1.º semestre