BPI

BPI. Caixabank vai financiar OPA com venda de ações próprias

Caixabank vai vender 9,9% do capital em ações próprias com um preço de colocação ainda a divulgar.

O Caixabank vai financiar a Oferta Pública de Aquisição (OPA) ao BPI através da venda de ações próprias, representativas de 9,9% do capital do banco, segundo a informação divulgada ao regulador de mercado espanhol.

A operação vai ser realizada através de uma “colocação privada entre investidores qualificados”, especifica o comunicado. A OPA ao BPI passou de voluntária a obrigatória depois da desblindagem dos estatutos do banco, com o preço revisto em alta, de 1,113 euros para 1,134 euros por ação – a subida foi feita devido a uma imposição regulatória nas OPAS obrigatórias, em que o preço tem de ser superior ao maior preço pago pelo oferente nos seis meses anteriores ao anúncio da OPA.

O Caixabank vai vender 585.000.000 ações próprias, uma opção que já tinha sido acautelada através da votação em assembleia-geral que permite a venda de ações próprias.

“A colocação tem como finalidade reforçar o rácio de capital do Caixabank com vista à aquisição de ações do BPI”, segundo o comunicado divulgado.

O J.P. Morgan e o Morgan Stanley são os colocadores da operação, em virtude de um contrato celebrado hoje pelo Caixabank. A colocação vai ser realizada através de uma oferta de accelerated bookbuilt, que já arrancou. Os investidores institucionais podem manifestar interesse em ter ações até um investimento total de 380 milhões de euros.

As ações próprias colocadas vão ter direito a dividendo de 0,03 euros por ação. O preço de colocação ainda será comunicado ao mercado, conclui o comunicado. As ações fecharam a valer 2,44 euros e a cotação foi suspensa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

Fotografia: REUTERS/Brendan McDermid

Principais bancos em Portugal vão continuar a reduzir exposição ao imobiliário

SaudiAramco

Petrolífera Aramco consegue maior entrada em bolsa da história

Outros conteúdos GMG
BPI. Caixabank vai financiar OPA com venda de ações próprias