BPI

BPI lucra mais 21% até setembro, para 182,9 milhões de euros

BPI apresentou hoje os resultados consolidados entre janeiro e setembro de 2016. No mesmo período de 2015 tinha registado 151 milhões de lucro

O BPI registou 182,9 milhões de euros de resultado líquido entre janeiro e setembro deste ano, mais 21% que no mesmo período de 2015, divulgou o banco em comunicado à CMVM. No ano passado, e também até setembro, o BPI tinha registado um resultado líquido consolidado de 151 milhões de euros.

A atividade doméstica do BPI fechou o período com 57,5 milhões de euros de lucro, com a atividade internacional a trazer os restantes 125,4 milhões. A operação em Portugal cresceu assim em 18 milhões (48%) e a internacional em 13 milhões (12%).

No final de setembro deste ano, o BPI contava com um rácio core tier I transitório de 11,4%, mais que os 10,4% de setembro de 2015, com o rácio de crédito em risco a recuar de 5,1% para 4,8% mas o crédito reestruturado a subir ligeiramente, de 6,4% para 6,5%.

O BPI registou ainda uma ligeira subida de 1,5% no produto bancário nos primeiros três trimestres de 2016, de 894,5 milhões para 908 milhões. Olhando apenas para a atividade doméstica, o produto bancário cresceu 3,2% – de 501 milhões para 516,9 milhões.

Como foi sendo hábito em vários exercícios do BPI, o Banco Fomento Angola (BFA) é a operação internacional com o maior peso nos lucros registados pela instituição presidida por Fernando Ulrich, tendo em 2015 trazido 105,5 milhões dos 151 milhões de lucros contabilizados entre janeiro e setembro.

Olhando apenas para os resultados do banco entre julho e setembro, o BPI reportou 77 milhões de euros de lucros no período, o valor trimestral mais alto do ano que, tal como no ano passado, tem vindo a crescer a cada trimestre. Nos primeiros três meses do ano o banco lucrou 45,8 milhões, no segundo 60,2 milhões e agora 77 milhões – em 2015 a evolução trimestral foi de 30,9 milhões, 45,3 milhões e 74,8 milhões de euros.

Em atualização

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
BPI lucra mais 21% até setembro, para 182,9 milhões de euros