BPI

CaixaBank notifica Bruxelas da OPA ao BPI

A Comissão Europeia tem até 17 de junho para se pronunciar.

O CaixaBank notificou a Comissão Europeia, através de um pedido de autorização à Direção-Geral da Concorrência (DGComp) da OPA sobre o BPI.

Segundo a informação disponibilizada no site da DGComp o CaixaBank explica a Bruxelas que “tenciona adquirir, através de uma oferta pública não obrigatória da totalidade das acções e direitos de voto do BPI, o controlo da sociedade”.

O pedido deu entrada a 12 de Maio e foi publicado a 13 de maio na página do regulador europeu. Agora, a DGComp tem até 17 de junho para se pronunciar sobre a operação.

A notificação a Bruxelas surge uns dias antes de terminar o prazo – caso não tenham existido interrupções – para a administração do BPI se pronunciar sobre a Oferta do CaixaBank, que propõe comprar a participção que ainda não detém no BPI por 1,13 euros, numa oferta lançada a 18 de Abril.

O prazo termina amanhã, 17 de maio, uma vez que prevê que a administração tenha oito dias para se pronunciar sobre a OPA a partir do momento em que o pedido de registo da operação dê entrada na CMVM.

Esta é a segunda OPA que o CaixaBank lança ao BPI, depois da primeira ter sido retirada após a desblindagem dos estatutos ter sido chumbada, mas o banco catalão oferece um preço inferior.

Na informação enviada a Bruxelas o CaixaBank explica a sua atividade, esclarece que não tem operação em Portugal e que não tem outras atividades bancárias ou de seguros além das controladas pelo próprio CaixaBank.

Na primeira OPA Bruxelas não levantou qualquer objeção à operação de compra do BPI pelo CaixaBank. O banco catalão já tem quase 45% do capital do BPI e tem vindo a comprar ações fora de bolsa e abaixo do preço da OPA.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

João Lousada no deserto de Omã como astronauta análogo, em 2018

João Lousada. Conheça o primeiro português a liderar a Estação Espacial

Fotografia: REUTERS/Henry Nicholls - RC122C9DD810

Cartas de Boris Johnson causam surpresa e perplexidade em Bruxelas

Outros conteúdos GMG
CaixaBank notifica Bruxelas da OPA ao BPI