banca

CGD garante que não vai cobrar comissões por depósitos de empresas públicas

Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos. 
(Orlando Almeida / Global Imagens)
Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos. (Orlando Almeida / Global Imagens)

Em Portugal não é permitido aos bancos refletir nos depósitos taxas de juro negativas.

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD), Paulo Macedo, garantiu esta sexta-feira que o banco estatal não vai aplicar comissões aos depósitos das empresas públicas mas admite vir a cobrar por depósitos de bancos e entidades financeiras.

Em Portugal não é permitido aos bancos refletir nos depósitos taxas de juro negativas. A aplicação de comissões a alguns tipos de depósitos é uma solução para compensar os bancos pelos custos incorridos.

“Não está em cima da mesa cobrar comissões a empresas públicas, empresas ou particulares”, disse hoje Paulo Macedo na conferência de apresentação dos resultados da CGD nos nove meses deste ano.

O banco público registou um lucro líquido de 640,9 milhões de euros até setembro, o que corresponde a um aumento de 74%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

João Cadete de Matos, presidente da Anacom

Fotografia: Vítor Gordo/D.R.

Anacom “considera essencial” redução de preços no acesso à Internet

Outros conteúdos GMG
CGD garante que não vai cobrar comissões por depósitos de empresas públicas