banca

CGD: Procura na emissão de dívida foi 7 vezes superior à oferta

Caixa CGD Depósitos
Fotografia: Reuters

A emissão do banco estatal atraiu um total 220 ordens, com o valor total a superar os 3.500 milhões de euros.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) realizou esta segunda-feira uma emissão de dívida sénior não preferencial no montante de 500 milhões de euros, a cinco anos e com uma taxa de juro de 1,25%, tendo a procurado superado em sete vezes a oferta.

A emissão do banco estatal, destinada apenas a investidores institucionais, atraiu um total 220 ordens, com o valor total a superar os 3.500 milhões de euros face aos 500 milhões de euros disponíveis na oferta.

“Esta emissão é a terceira colocada nos mercados de dívida internacionais desde o início da implementação do Plano Estratégico 2017-2020, todas com diferentes níveis de subordinação, melhorando o perfil de risco da Caixa”, refere a Caixa num comunicado divulgado hoje.

“A receção e interesse manifestados por parte dos investidores refletem a evolução positiva registada pela CGD na implementação do Plano, nomeadamente pela melhoria de rentabilidade, solvabilidade e qualidade dos ativos, traduzindo-se numa significativa diminuição do custo de financiamento da CGD”, adianta.

O banco acrescenta que se trata “da primeira emissão deste tipo de dívida realizada por um banco português, no seguimento da aprovação do seu enquadramento legal”.

Adianta que a emissão se insere “no plano de financiamento definido para o cumprimento dos requisitos de MREL (Minimum Requirements for own funds and Eligible Liabilitiues) fixados pelo Banco de Portugal, conforme decisão do Conselho Único de Resolução”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

CGD: Procura na emissão de dívida foi 7 vezes superior à oferta