banca

CGD vai vender 800 milhões de créditos em incumprimento

Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos. MANUEL DE ALMEIDA / LUSA
Paulo Macedo, presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos. MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

A CGD vai vender 800 milhões de euros em créditos em incumprimento, disse hoje o presidente do banco na apresentação das contas do primeiro semestre.

Segundo Paulo Macedo, em causa estão créditos em Portugal e no exterior, incluindo créditos garantidos e não garantidos.

O gestor disse ainda que, nas carteiras de crédito, não estão incluídos créditos de grandes devedores.

“Podem ser feitas vendas, sim, por negociação para aquele crédito” específico, acrescentou.

Os bancos portugueses têm vindo a fazer grandes vendas de crédito com o objetivo de acelerar a diminuição do crédito malparado, uma vez que estes ativos penalizam muito o balanço dos bancos e o sistema bancário português ainda tem um valor acima da média europeia.

Essa venda de carteiras de crédito continua este ano, ainda que de forma menos significativa.

O BPI anunciou, esta segunda-feira, que está a vender 200 milhões de euros de crédito malparado, sendo que no primeiro semestre não fez qualquer venda de carteira de crédito. O BCP indicou, por seu lado, que no primeiro semestre vendeu 146 milhões de euros em créditos.

A grande operação de venda é, contudo, do Novo Banco, que, segundo a imprensa, está a vender duas carteiras de crédito malparado avaliadas em mais de 3,0 mil milhões de euros.

A CGD registou lucros de 282,5 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, o que compara com os 194 milhões de euros registados no mesmo período de 2019, o que corresponde a um aumento de 46% face ao período homólogo do ano passado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

CGD vai vender 800 milhões de créditos em incumprimento