cpi cgd

Comissão dá parecer positivo à proposta do CDS para retirar comenda a Berardo

O empresário Joe Berardo (E), ladeado pelo presidente da II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, Luís Leite Ramos (D), reage à chegada para a sua audição perante a Comissão Parlamentar de Inquérito, na Assembleia da República, em Lisboa, 10 de maio de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA
O empresário Joe Berardo (E), ladeado pelo presidente da II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, Luís Leite Ramos (D), reage à chegada para a sua audição perante a Comissão Parlamentar de Inquérito, na Assembleia da República, em Lisboa, 10 de maio de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

A comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) deu parecer positivo à proposta do CDS-PP de retirar as comendas ao empresário Joe Berardo, revelou o presidente da comissão, Luís Leite Ramos.

“Na sequência do pedido de parecer do senhor presidente da Assembleia da República [Eduardo Ferro Rodrigues], os vários grupos parlamentares concordaram em dar um parecer positivo à proposta do CDS-PP”, disse aos jornalistas Luís Leite Ramos (PSD), à saída da reunião de mesa e coordenadores que ditou este desfecho.

O parecer positivo foi emitido “para que o comportamento e a conduta do senhor Berardo possam ser objeto de uma análise”, de forma a avaliar se, “enquanto comendador, titular de um título honorífico, cumpriu as suas responsabilidades e as obrigações que lhe estão destinadas por essa comenda”, prosseguiu Luís Leite Ramos.

“Todos os deputados concordaram com este envio e é disso que vamos dar conhecimento ao senhor presidente da Assembleia da República”, acrescentou.

Na quarta-feira, o CDS-PP pediu que seja instaurado um “processo disciplinar” para retirar a condecoração da Ordem do Infante D. Henrique ao empresário Joe Berardo, devido às declarações que fez no parlamento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

Guimarães, 09/07/2019 - Reportagem na empresa Lavoro, em Pinheiro, Guimarães, especializada em calçado de Segurança.

(Miguel Pereira/Global Imagens)

Calçado procura abrigar-se da tempestade que se avizinha

TCL Plex, Stefan Steit

Portugal vai ter nova marca mobile. “Não estamos cá para vitórias a curto prazo”

Outros conteúdos GMG
Comissão dá parecer positivo à proposta do CDS para retirar comenda a Berardo