Análise

DBRS melhora perspetiva para o rating do BCP

BCP
BCP

A agência canadiana espera que o BCP continue a reduzir o crédito malparado e o custo do risco.

A DBRS melhorou a perspetiva para o rating do BCP de estável para positiva. Mas manteve a notação em BB alto (a um nível de sair de lixo). A agência canadiana explica, numa nota divulgada esta segunda-feira, que a subida da perspetiva com as expetativas de que “ajudado pelas condições económicas positivas em Portugal, pela forte posição em Portugal e pela melhoria da gestão de risco, o BCP reduza mais o crédito malparado e o custo do risco”.

A subida da perspetiva sinaliza que a DBRS antecipa que poderá subir o rating no médio prazo. Para tirar a notação de um nível classificado como lixo na gíria dos mercados, a agência sinaliza que o banco tem de continuar a reduzir o malparado a um ritmo significativo e a melhorar a rentabilidade em Portugal.

A DBRS nota que a rentabilidade do banco melhorou em 2017, e que essa tendência continuou no primeiro trimestre deste ano. Apesar da melhoria na atividade doméstica, a agência nota que a rentabilidade continua a ser afetada pelo “elevado custo do risco”. Ainda assim, a agência destaca que o banco fez “progressos significativos no seu perfil de risco e na redução do malparado nos últimos 15 meses”.

Os analistas da agência canadiana acreditam que o plano para continuar a reduzir o crédito malparado em 2018 para 6,1 mil milhões de euros está ao alcance do banco.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/James Lawler Duggan

Trump ameaça impor taxa de 20% aos carros europeus

Fotografia: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

China State Construction quer mais negócios além da Lusoponte

Fotografia: D.R.

OPEP aumenta produção. Mas preço do petróleo sobe

Outros conteúdos GMG
DBRS melhora perspetiva para o rating do BCP