escolas

Empresas ameaçam suspender fornecimento a cantinas escolares

A revelação foi feita pela Associação Nacional de Municípios, que
admite que existem autarquias com graves problemas de tesouraria e que já não
conseguem pagar aos fornecedores num tempo razoável.

O vice-presidente da associação, António José Ganhão, admitiu que alguns
fornecedores começam a perder a paciência.

«Há um crescimento da dívida aos fornecedores, e alguns já estão a tomar a
decisão de dizer às câmaras municipais que se não pagarem no próximo mês ou
agora, não fornecemos as refeições para as cantinas escolares», revelou.

«Não estou a falar de centenas de milhões, estou a falar de uma coisa que tem
o significado de 70 milhões de euros mas que são importantíssimos para o bom
funcionamento deste apoio às famílias», acrescentou.

António José Ganhão sublinhou que a ameaça é real e que a qualquer momento
pode haver cantinas escolares sem refeições para oferecer aos alunos.

«Nós temos crianças que precisam de tomar a refeição na cantina e podem não a
ter de um momento para o outro porque os fornecedores têm o direito de dizer
‘basta’», alertou António José Ganhão, esclarecendo que estas empresas, que
fornecem géneros alimentícios, estão a prestar serviço contratualizado com as
câmara municipais e que «não podem estar quatro, cinco, seis meses à espera para
receberem».

Segundo o vice-presidente da Associação de Municípios, nesta altura cerca de
metade das autarquias têm problemas de tesouraria.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(REUTERS/Kevin Coombs)

Acordo para o brexit com pouco impacto para Portugal

London Mayor Boris Johnson speaks at a Vote Leave rally in Newcastle, Britain April 16, 2016. REUTERS/Andrew Yates

Deputados tentam adiar Brexit. Boris Johnson não quer esperar mais

Emmanuel Macron, Presidente de França, com Angela Merkel, Chanceler da Alemanha. EPA/OMER MESSINGER

França: Novo adiamento do Brexit não interessa a ninguém

Outros conteúdos GMG
Empresas ameaçam suspender fornecimento a cantinas escolares