crédito à habitação

Estou a entrar nos 40 anos. É tarde demais para comprar a primeira casa?

( Gustavo Bom / Global Imagens )
( Gustavo Bom / Global Imagens )

À beira dos 40 anos, ainda se vai a tempo de contratar um crédito à habitação para comprar a primeira casa?

Nas últimas gerações, tem havido a tendência de se sair de casa dos pais cada vez mais tarde. A dificuldade em conseguir um emprego bem remunerado leva muitos a optar por prolongar a vida universitária – para pós-graduações e mestrados. A maior precariedade no mercado de trabalho e incerteza laboral e financeira adia também, para mais tarde, a decisão de formar uma família.

Os jovens portugueses são dos que mais tarde saem de casa dos pais, quase aos 29 anos, acima da média da União Europeia (UE 26), segundo dados divulgados ontem pelo Eurostat. Há trintões – quase quarentões – que, apesar de já poderem ter algum pé-de-meia, ainda não têm casa própria, quando há uma geração atrás já estariam a meio da sua hipoteca. Neste caso, devem optar por guardar as suas poupanças ou investi-las na compra de uma casa?

Segundo o The Guardian, o melhor é optar pela compra da casa. Isto porque, aos 40, ainda se está longe de se ser considerado ‘velho’ para contratar um crédito à habitação.

Em Portugal, os bancos admitem créditos à habitação num prazo máximo de 40 anos anos, desde que a idade máxima no termo do empréstimo seja igual ou inferior a 80 anos.

Atualmente, um terço dos contratos de crédito à habitação só acaba quando o devedor tiver 70 anos, segundo dados do Relatório de Estabilidade Financeira do Banco de Portugal. A percentagem sobre para 62% no caso do devedor que só liquidará o empréstimo aos 65 anos.

A questão da idade não se põe. Já a questão da sustentabilidade económica, essa existe. Os bancos são obrigados a verificar se, com uma subida de taxas de juro, o devedor consegue manter os pagamentos do crédito, com os rendimentos atuais. Ter uma vida financeira controlada e com folga no orçamento é aconselhável, antes de se enveredar por um compromisso financeiro de longo prazo, como é um crédito à habitação.

Aos atuais preços das casas, na cidade de Lisboa, com o metro quadrado ao preço de ouro, um casal com um rendimento mensal conjunto de 2.016 euros consegue comprar uma casa de 52 metros quadrados. Para isso, precisa de ter poupado 47.684 euros para a entrada inicial, na expectativa de conseguir um financiamento máximo de 190.735 euros a 40 anos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Sindicato dos Motoristas “preocupado” com reunião entre Governo e Antram

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Pardal Henriques foi a personalidade mais mediática da greve

Outros conteúdos GMG
Estou a entrar nos 40 anos. É tarde demais para comprar a primeira casa?