banca

EuroBic adia assembleia-geral para o dia 27 de abril

Fernando Teixeira dos Santos, presidente executivo do EuroBic. Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens
Fernando Teixeira dos Santos, presidente executivo do EuroBic. Fotografia: Leonel de Castro/Global Imagens

O EuroBic tinha a sua assembleia-geral agendada para esta segunda-feira.

O EuroBic adiou para o dia 27 de abril a realização da sua assembleia-geral de acionistas, que estava agendada para esta segunda-feira, justificando o adiamento com a epidemia de coronavírus.

A nova convocatória adianta que a assembleia-geral (AG) – que inclui na ordem de trabalhos a eleição dos órgãos sociais do banco – “será realizada através de meios telemáticos, sendo assegurada a autenticidade das declarações, a segurança das comunicações e o registo do seu conteúdo e dos respetivos intervenientes”.

“Sob proposta do Conselho de Administração do Banco BIC Português S.A. e com fundamento no Decreto-Lei n.º 10-A/2020 de 13 de março, que estabelece medidas excecionais e temporárias relativas à situação epidemiológica do novo Coronavírus — COVID 1, determino o adiamento da Assembleia Geral do Banco BIC Português convocada para o dia 30 de março de 2020, pelas 11 horas, que passará para o dia 27 de abril à mesma hora, com os mesmos pontos da ordem de trabalhos”, refere a convocatória publicada no Portal da Justiça.

A AG, que conta com seis pontos na ordem de trabalhos, vai deliberar ainda sobre “a proposta de aplicação de resultados do exercício de 2019” e “proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da sociedade no exercício findo em 31 de dezembro de 2019”.

O EuroBic, que é detido em 42,5% por Isabel dos Santos, está num processo de venda ao espanhol Abanca na sequência do escândalo Luanda Leaks que envolve a empresária angolana.

Isabel dos Santos tem as suas contas bancárias e participações arrestados em Angola e também em Portugal, a pedido das autoridades angolanas. A investidora é a principal arguida num processo em Angola por alegado desvio de fundos da Sonangol e gestão danosa na petrolífera angolana.

O EuroBic, liderado pelo ex-ministro das Finanças Fernando Teixeira dos Santos, foi envolvido no escândalo devido a alegadas transferências ordenadas por Isabel dos Santos de uma conta da Sonangol no banco em Portugal para uma conta de uma sua associada no Dubai.

O gestor de conta de Isabel dos Santos no EuroBic, Nuno Ribeiro da Cunha, que também era arguido em Angola, apareceu morto na garagem da sua residência em Lisboa, em janeiro deste ano, por alegado suicídio.

Atualizada às 14H15 com mais informação

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa e Silva, responsável pelo plano para a economia nacional nos próximos dez anos.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Plano de Costa Silva. As bases estão lá, falta garantir boa execução

Filipe Santos, dean da Católica Lisbon Business and Economics ( Pedro Rocha / Global Imagens )

Filipe Santos: Risco de austeridade? “Depende de como evoluir a economia”

Filipe Santos, dean da Católica Lisbon Business and Economics ( Pedro Rocha / Global Imagens )Filipe Santos
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Filipe Santos: Há um conjunto de empreendedores que vai continuar

EuroBic adia assembleia-geral para o dia 27 de abril