Montepio

Félix Morgado deixa palavras duras na sua saída do Montepio

José Félix Morgado, ex-CEO do Montepio
Fotografia: DR
José Félix Morgado, ex-CEO do Montepio Fotografia: DR

José Félix Morgado sai da Caixa Económica Montepio Geral, onde desempenhava o cargo de CEO, com palavras duras e críticas.

José Félix Morgado sai da Caixa Económica Montepio Geral, onde desempenhava o cargo de presidente executivo, com palavras duras e críticas sobre a forma como é gerido o grupo da Associação Mutualista Montepio.

Numa mensagem de despedida dirigida aos quadros do banco, Morgado é direto: “Saio porque fui fiel aos meus princípios éticos e profissionais, sem ceder a interesses que não sejam os da instituição e dos trabalhadores”.

“Teria sido mais fácil acomodar pedidos ou ceder a promessas. É difícil ser vertical, sério, honrado e garantir um governo societário rigoroso”, afirma.

As palavras de Félix Morgado surgem depois de António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista, ter criticado a sua gestão, em entrevista ao Dinheiro Vivo/TSF. Tomás Correia acusou a gestão de Félix Morgado de “não mostrar um grande empenho” pelo setor da economia social.

O gestor sai da liderança do banco antes do final do seu mandato, que só terminava no fim deste ano.

Carlos Tavares, ex-presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, é o novo presidente executivo e chairman do banco, cargos que vai acumular durante seis meses. Depois, ficará como chairman com poderes reforçados.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (C), acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (D), pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Campos Fernandes (E), após o ato público de assinatura dos contratos para a redução tarifária nos transportes públicos na área metropolitana de Lisboa, na Gare do Oriente, em Lisboa, 18 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Cinco regiões só terão passes mais baratos em maio

REUTERS/Rafael Marchante

CTT propõe aumentos até 0,4%. CEO recupera 25% do salário

fake-1909821_1920

Fake news. Portugal no top 10 da UE com mais contas bloqueadas pela Google

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Félix Morgado deixa palavras duras na sua saída do Montepio