banca

Fidelidade compra 6 milhões de euros em obrigações da CGD

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  Paulo Macedo, CEO da CGD

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )
Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel. Paulo Macedo, CEO da CGD ( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

A companhia de seguros Fidelidade, que é detida em 15% pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), subscreveu seis milhões de euros em obrigações do banco público, de acordo com um comunicado hoje enviado ao mercado.

Segundo a CGD comunicou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), e ao abrigo da comunicação sobre entidades relacionadas com administradores, a Fidelidade fez uma “compra de obrigações da Caixa Geral de Depósitos, S.A.”.

A comunicação é feita devido ao facto de José João Guilherme e Francisco Cary, ao serem “administradores da CGD, são também administradores da Fidelidade”.

De acordo com o comunicado enviado à CMVM, a operação foi feita na segunda-feira, e diz respeito à “Obrigação CXGD 5.98 03/03/28”, ou seja, com vencimento em março de 2028.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

(João Silva/ Global Imagens)

Estrangeiros compraram menos casas em Portugal em 2019. Preço por imóvel subiu

dgs covid portugal coronavirus

Mais cinco mortos e 463 infetados por covid-19 em Portugal

Fidelidade compra 6 milhões de euros em obrigações da CGD