banca

Estes são os bancos com mais reclamações em Portugal no primeiro semestre

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Conheça na fotogaleria quais foram os bancos que registaram mais reclamações dos seus clientes no primeiro semestre deste ano.

No primeiro semestre de 2018, o Banco de Portugal (BdP) recebeu 7.545 reclamações de clientes bancários no âmbito das suas competências de supervisão comportamental. As reclamações diminuíram nas contas de depósito à ordem mas aumentaram no crédito aos consumidores e no crédito hipotecário. No entanto, as contas de depósito continuam a ser a matéria mais reclamada (32,2%).

“No primeiro semestre de 2018, foram recebidas 7545 reclamações sobre matérias do âmbito de atuação do Banco de Portugal, numa média de 1258 reclamações por mês, o que representou uma redução de 1,3%, face à média mensal de 2017”, refere o supervisor. Apesar da descida, o Banco de Portugal observa que “o crédito aos consumidores e o crédito hipotecário foram as únicas matérias que registaram aumentos na média mensal de reclamações, destacando-se o aumento do número de reclamações sobre crédito aos consumidores”.

Entre os bancos que foram alvo de mais reclamações estão o Banco CTT, que foi o que teve mais queixas no crédito à habitação e nos depósitos à ordem.

Clique na galeria e fique a conhecer aqueles que são os bancos com mais reclamações em Portugal nos primeiros seis meses do ano.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Estes são os bancos com mais reclamações em Portugal no primeiro semestre