Seguradoras

Generali e Catalana Occidente são finalistas na corrida à Tranquilidade

Fotografia: Global Imagens/Arquivo
Fotografia: Global Imagens/Arquivo

Dona da Tranquilidade deverá encaixar entre 500 a 600 milhões de dólares com a venda da seguradora portuguesa.

A seguradora italiana Generali – a terceira maior seguradora da Europa com uma quota de mercado de 5% em Portugal – e os espanhóis do Grupo Catalana Occidente – a sexta maior seguradora em Espanha com um valor de mercado de 3,7 mil milhões de euros – são os finalistas na corrida à compra da Tranquilidade, um negócio avaliado em mais de 682 milhões de dólares, indica a Reuters, que cita fontes ligadas ao processo.

A Apollo Global Management, dona da Tranquilidade, deverá encaixar entre 500 a 600 milhões de dólares (440 a 528 milhões de euros, aproximadamente) com a venda da seguradora portuguesa

A gestão da operação está a ser realizada por três bancos de investimento: Société Générale, Jefferies e Arcano Partners. A decisão final deve ser tomada nas próximas duas semanas, segundo as fontes citadas pela agência.

Nos últimos meses eram seis as empresas com interesse na compra da Tranquilidade: Mapfre, Ageas, Générali, Zurich, Allianz e Catalana. As propostas da Allianz e da Ageas acabaram por ser afastadas por serem demasiado baixas, enquanto a espanhola Mapfre acabou por desistir da oferta.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Generali e Catalana Occidente são finalistas na corrida à Tranquilidade